Geração de Empregos; Mais de 28 Mil Vagas de Empregos Com o Inícios das Obras na Capital e Interior Anunciado pelo Governo

São 187 obras que vão beneficiar a população, reaquecer o mercado e gerar 28 mil empregos

Receba Vagas de Emprego pelo Nossos Grupos

WhatsApp  Telegram

   

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou, nesta segunda-feira (14/03), pacote de obras para o uso de 2022, que vai intensificar o mercado da construção civil, com a expectativa de abrir cerca de 28 mil empregos diretos e indiretos. O capital é de mais de R$ 1,1 bilhão em 187 obras para realização em Manaus e nos 61 municípios do interior.

O pacote integra obras do novo Esquema Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), conserto e elaboração de hospitais, conserto de delegacias, estabelecimento de sistema de iluminação em LED, reabilitação de estradas, sistema viário e saneamento básico.

No lançamento, em comemoração na frente da ponte Jornalista Phelippe Daou, em Iranduba, Wilson Lima confiou que o Estado trabalha para lidar os impactos negativos da pandemia da Covid-19 na área social, tendo a formação de empregos e combate à fome como determinantes medidas.

“Muitas pessoas perderam seus empregos, e quando a gente lança um pacote desses, a gente estimula a construção civil. É uma injeção direita na economia, e o que mais me anima é que a mão de obra é local. Em todos os municípios em que nós vamos fazer atividades, uma exigência minha é que a maior parte dos empregos seja para pessoas que estão naquela localidade”, relevou o governador.

Dez prefeitos foram à solenidade: Lucenildo Macedo, de Alvarães; Marcos Antonio Lise, de Apuí; Tico Braz, de Caapiranga; José Pontes, de Canutama; Augusto Ferraz, de Iranduba; Vanilso da Silva, de Japurá; Junior Leite, de Maués; Frederico Junior, de Novo Airão; Raimundo Grana, de Silves; e Gamaliel de Almeida, de Tapauá; e três vice-prefeitos. Ficaram ainda no ato 12 ex-prefeitos, o deputado federal Marcelo Ramos e os estaduais Belarmino Lins, Saullo Vianna, Fausto Jr., Abdala Fraxe, Adjuto Afonso e João Luiz.

As obras estão sob a administração da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) e da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE).

São 155 projetos sob comando da Seinfra, no valor de R$ 578 milhões. “É fundamental que se diga que é R$ 1,1 bilhão em novas obras porque nós já temos mais de 125 projetos em aplicação. Nós vamos ter mais de 310 obras em execução em todos os municípios”, emitiu Carlos Henrique Lima, titular da Seinfra.

Já a UGPE gerencia um pacote de 32 projetos que somam R$ 529 milhões, com alcance em 61 municípios. “São obras que em grande maioria nós estabelecemos neste ano, boa parte entregamos neste ano. Mas tem parte (de obras) mais estruturantes, como os hospitais, que usam em torno de 18 meses. Abrimos neste ano, mas com a garantia do processo para dar seguimento no ano que vem”, explica o engenheiro civil Marcellus Campêlo, coordenador executivo da UGPE.

Logística e mobilidade – O pacote inclui investimentos de R$ 520 milhões em obras em vias, ramais e estradas, sistemas viários e aeroportos. Adjuntos, chegam a R$ 520 milhões.

A rodovia AM-352, por exemplo, que dá acesso ao prefeitura de Novo Airão, será modernizada; já a AM-174 (Novo Aripuanã-Apuí) será recuperada, assim como a AM-329, que dá passagem a Envira. A Estrada da Emade em Tefé será recuperada dentro do novo pacote de obras.

Um total de ramais será revestido, entre eles o do Mapiá, em Borba; do Barro Alto, em Manaquiri; e do Parú, do Anjo Gabriel, Nova Esperança e Acajatuba, estabelecidos em Manacapuru. O pacote integra ainda a pavimentação da rodovia Doutor Ozias Monteiro (Estrada Anori-Codajás).

O pacote inclui obras de melhorias no sistema viário em 14 municípios: Itacoatiara, alcançando o distrito de Novo Remanso, Boa Vista do Ramos, Apuí, Tapauá, Maraã, Fonte Boa, Silves, Santo Antônio do Içá, Barcelos, Beruri, Envira, Parintins, Manacapuru e Autazes (comunidade Novo Céu).

Os investimentos do Governo do Estado em obras deste ano incluem o Terminal Portuário em Urucará, a construção do porto na sede de Autazes e a inauguração da balsa e rampa do Terminal Flutuante de Urucará. No setor aeroportuário, estão previstos investimentos, por exemplo, na revitalização da cerca e sinalização do Aeroporto Humaitá, construção do de Canutama e obras nos aeroportos de Lábrea e Novo Aripuanã.

Investimentos na capital – Para Manaus, as atividades combinam à pavimentação da ZF1, no Km 54 da rodovia AM-010 ao Km 41 da BR-174. A obra irá beneficiar o fluxo do gás, fazendo a interligação entre a AM-010 e a BR-174, reduzindo cerca de 90 quilômetros de transporte. A UGPE, por sua vez, vai realizar a recuperação viária nos municípios da região metropolitana da capital.

Estará ainda a execução de obras para reabilitação e recapeamento asfáltico dos ramais de acesso às unidades prisionais de Manaus; a pavimentação dos ramais do Pau-Rosa; do ramal da Cooperativa, no Km 14 do ramal do Pau-Rosa; e do ramal do Km 15 da BR-174 (ramal de acesso à Fazenda da Esperança). No cronograma das novas obras está a construção de 50 pontes em Manaus.

Saneamento – Em abastecimento de água, os investimentos somam R$ 51.069.609,84 em 11 obras coordenadas pela Seinfra e uma pela UGPE. Haverá investimentos no sistema de abastecimento de Carauari, Manaus, Itacoatiara, Codajás, São Paulo de Olivença, Boca do Acre, Eirunepé, Benjamim Constant e Lábrea.

Serão construídos também 50 poços artesianos em municípios do Amazonas e obras do sistema de provisão do Programa de Saneamento Integrado (Prosai Maués).

Projetos Especiais – A UGPE tem como carro-chefe as obras do novo Prosamin+, com investimentos de R$ 116 milhões para a canalização do Igarapé do 40, na Cachoeirinha, e a construção do Parque das Araras e de dois residenciais, de 32 e 72 unidades habitacionais, no Japiim e Cachoeirinha.

A UGPE também tem sob sua administração um projeto para Tratamento de Resíduos Sólidos com Pirólise, no valor de R$ 30 milhões, que será lançado para Parintins, e inauguração de sistema de iluminação em LED para os municípios do interior, com investimentos de R$ 95,8 milhões, além das obras complementares do ProsaiMaués.

Empregos 

São 187 obras que vão beneficiar a população, reaquecer o mercado e gerar 28 mil empregos.

Os interessados deverão está atento as Vagas Abertas no Portal do Trabalhado do Amazonas:
  ➤  Cadastre seu currículo e  o mais importante colocar o título  no assunto do e-mail. Seus Dados pessoais, acadêmicos e profissionais serão avaliados e em caso de aprovação, a Empresa contratante fará o contato.

AVISO IMPORTANTE: Nunca pague qualquer quantia para participar de um processo para que seja selecionado. Não compre nenhum curso, apostilas ou serviços que prometem participação na seleção ou contratação de uma vaga. E nunca insira dados bancários, cartões ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não reconhecem. Não nos responsabilizamos por nenhum tipo de pagamento efetuado. 
DENUNCIAR VAGA