fbpx

Saiba como Inscrever-se e atualizar os dados do Cadastro Único

Podem participar pessoas com renda mensal baixa, que moram sozinhas ou que vivem em situação de rua.

Receba Vagas de Emprego pelo

O Cadastro Único para Programas do Governo Federal (CadÚnico), como o próprio nome já diz, é uma ferramenta que permite a inclusão da população mais carente do país em ações de políticas públicas. Entre as iniciativas de maior destaque estão o Bolsa Família e o Tarifa Social, que garante desconto na conta de energia elétrica.

Podem se cadastrar famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550), famílias com ganhos de até três salário mínimos (R$ 3.300) ou famílias com renda superior a três salários mínimos, contanto que estejam pleiteando alguma iniciativa social. Além disso, pessoas que moram sozinhas ou que vivem em situação de rua também podem se inscrever.

Diversos programas e benefícios sociais do Governo Federal utilizam o Cadastro Único como base para seleção das famílias:

  • ​​Programa Bolsa Família
  •  Programa Minha Casa, Minha Vida
  • Auxilio Emergencial
  •  Bolsa Verde – Programa de Apoio à Conservação Ambiental
  •  Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI​
  •  Fomento – Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais

Geralmente, o responsável familiar escolhido deve ser preferencialmente uma mulher, com idade acima de 16 anos e com condições de informar todas os aspectos sociais de cada integrante do núcleo familiar. Durante a entrevista, a pessoa deve ter em mãos o título de eleitor ou CPF, além do comprovante de endereço para não haver erros na hora de realizar o cadastro.

Como se inscrever ou atualizar os dados no Cadastro Único

Veja a seguir o que é necessário para conseguir se inscrever no CadÚnico, bem como os passos necessário para atualizar os dados no sistema de informações do governo federal:

Para se inscrever: o primeiro passo é agendar uma visita junto ao Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do município. Com a data agendada, basta comparecer no dia e local escolhido portando pelo menos um documento original de cada membro do grupo familiar. O comprovante de endereço é sugerido para evitar erros durante o cadastramento.

Na entrevista são requisitadas informações envolvendo condições de moradia (acesso a saneamento básico, energia elétrica, localização), família (acesso a serviços de saúde, assistência social, quantidade de membros) e demais informações sociais (local de nascimento, documentos, se há pessoas com deficiência, renda e trabalho, escolaridade, raça/cor, etc).

Para realizar a atualização cadastral: o responsável pelo grupo familiar deve procurar o setor responsável pelo CadÚnico ou Bolsa Família do seu município para realizar uma nova entrevista. Isso porque o programa exige a atualização dos dados familiares a cada dois anos, contados a partir da data da última atualização ou sempre quando houver mudança de endereço, trabalho, renda, número de membros, etc.

Para saber se você está inscrito no Cadastro Único, acesse aqui:

O CadÚnico é a porta de entrada para diversos benefícios sociais, tanto federais, estaduais e municipais. Destacam-se: Renda Cidadã, Ação Jovem, Carteira do Idoso (gratuidade do transporte interestadual), Gratuidade de Serviço Funerário, Leve Leite, Viva Leite, Passe Livre, Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica, BPC/Loas, além de isenção da inscrição em concursos públicos.