Cartão Meia-Passagem Faça o Cadastro e Recadastro

Inicia nesta segunda-feira (3) e seguirá até o dia 28 de fevereiro, o cadastro e recadastro para o acesso à meia-passagem [R$ 1,50] no transporte coletivo de Manaus. Pelo menos 300 mil estudantes deverão entrar nos canais disponíveis para garantir o direito ao benefício.

Para este ano, além de o beneficiário retirar a sua primeira via na sede do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram), na avenida Constantino Nery, no Centro, o estudante também poderá dirigir-se ao Posto de Atendimento do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) no Shopping Phellipe Daou, na Zona Leste de Manaus, para retirar seu cartão.

“Depois de castrado pela Internet, será examinado junto às escolas quem realmente é estudante e aí sai a sua carteira. É importante se preocupar com a data e não adianta se você não vai estudar fazer o cadastro, porque será invalidado depois. Apesar de ter um mês pela frente, é preciso ficar atento porque é um benefício que não pode perder”, comentou o vice-presidente de transportes do IMMU, Pedro Carvalho.

Cadastro 

O processo de recadastramento nada mais é que a atualização de todas as informações acadêmicas do ano de 2019. O aluno deverá informar se foi aprovado para outra série, se mudou de curso, de endereço ou instituição. Após o procedimento, o aluno deverá aguardar a instituição de ensino conferir a veracidade de informações.

O cadastro e recadastro são realizados exclusivamente pelo site estudantes.manaus.am.gov.br e também pelo endereço sinetram.com.br.

Já quem nunca utilizou o benefício da meia-passagem poderá se cadastrar pela primeira vez no site. Após preencher as informações solicitadas no site, o estudante aguardará 72 horas e, depois do prazo, irá até a sede do Sinetram e Shopping Phellipe Daou, portando identidade e CPF, para solicitar a emissão do Cartão de Estudante.

Importância do CPF

O gestor de bilhetagem eletrônica do Sinetram, Antônio Carlos Zanetti, destacou a necessidade de registrar o CPF a quem realizará pela primeira vez o cadastramento. Para qualquer faixa etária é necessário informar o número do documento.

“Este ano, estamos exigindo a apresentação do CPF, inclusive, no caso de menores porque está havendo muito homônimo, há muitos nomes parecidos e, por isso, está havendo muitos problemas no sistema. Por exemplo, uma mãe utiliza o seu CPF para o cadastro do filho, se ela tiver um segundo filho e for cadastrar com o mesma numeração também dará problema. Por isso, a gente orientar que cada pai ou mãe tire o CPF das crianças”, destacou ainda.

AVISO IMPORTANTE: Nunca pague qualquer quantia para participar de um processo para que seja selecionado. Não compre nenhum curso, apostilas ou serviços que prometem participação na seleção ou contratação de uma vaga. E nunca insira dados bancários, cartões ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não reconhecem. Não nos responsabilizamos por nenhum tipo de pagamento efetuado. 
DENUNCIAR VAGA