Caixa divulga novas regras para facilitar o financiamento

Receba Vagas de Emprego pelo

A CAIXA, líder no financiamento de imóveis com quase 70% do crédito imobiliário do país, anunciou nesta quinta-feira (02) uma série de incentivos ao setor de construção civil. O pacote inclui a implementação do registro eletrônico de contratos vinculados a empreendimentos financeiros na CAIXA e o financiamento do ITBI e de cartórios para pessoas físicas. Para as construtoras, o pacote traz aumento no acesso ao financiamento, com redução no valor mínimo de vendas e execução prévia de obras para contratação de projetos com a CAIXA.

Segundo o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, como o maior player do mercado imobiliário, a CAIXA está comprometida em promover ações para ajudar o setor de construção civil a enfrentar os efeitos da crise causada pela pandemia. “São medidas objetivas para atender às demandas do segmento imobiliário, que analisam e limitam que temos capacidade de atender matematicamente, como sempre atuamos nessa gestão”, afirma o presidente. “O lançamento deste pacote de medidas traz benefícios para empresas e consumidores que usam casa própria”, enfatiza.

Registro de escritura eletrônica:

O registro eletrônico de escrituras para contratos individuais de projetos financiados na CAIXA será realizado eletronicamente, com a troca de arquivos de dados estruturados entre o banco e o Cartório de Registro de Imóveis. O processo é realizado por meio da Plataforma Centralizada da Faculdade de Registro de Imóveis, habilitada a participar dos demais Centros de Serviços Eletrônicos Compartilhados dos Estados e do Distrito Federal, que realiza formatação padronizada.

A medida pode agilizar o registro das operações, que demoravam cerca de 45 dias e agora podem ser concluídas, em média, em 5 dias. Além de dispensar a necessidade de receber o contrato físico por meio do notário, o registro eletrônico traz benefícios aos construtores e clientes que não precisam viajar. A adesão ao novo registro será possível a partir do próximo dia 13 de julho.

Custos e despesas da ITBI:

Os clientes que pretendem comprar seus imóveis com crédito na CAIXA agora podem contar com os custos e despesas de financiamento do ITBI, para todas as operações residenciais com recursos do FGTS e, com operações com recursos do SBPE, para imóveis com valor de avaliação de até R $ 1,5 milhão .
O limite de custos financiados é de 5% do valor financiado pelo cliente para operações contratadas com recursos da SBPE e, com recursos do FGTS, com limite de 4%. O valor total do contrato do cliente (valor referente à compra do imóvel + financiamento de honorários e ITBI) deve estar dentro dos limites permitidos, observando sua capacidade de pagamento e o valor máximo permitido para o programa em que está incluído.
Atualmente, essas despesas representam 2% a 5% do valor da propriedade e são pagas pelo próprio cliente nos registros do contrato de financiamento habitacional. Uma variação percentual de acordo com os valores praticados em diferentes regiões do país.

Medidas para pessoas jurídicas:

Como medida para as empresas, o pacote oferece flexibilidade na venda mínima de 30% a 15% para novos empreendimentos, incentivando o mercado imobiliário a lançar novos empreendimentos.
Como outras medidas para PJs, é possível executar uma execução de produção sem execução prévia e alocar recursos, como vendas de unidades habitacionais para pagamento de encargos mensais.
A CAIXA espera contratar 1.280 novos projetos, representando 156 mil novos lares e 485 mil empregos diretos e indiretos.

Ações para pessoas físicas em 2020:

A CAIXA lançou várias medidas para pessoas físicas este ano. Entre os principais estão as interrupções de 120 dias no financiamento habitacional para clientes inadimplentes ou com até duas parcelas em atraso, ou o prazo de carência de 180 dias para novos contratos de financiamento imobiliário e a renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitem quebra ou pagamento parcial das parcelas.

CAIXA em Crédito Imobiliário:

A ampla carteira de crédito da CAIXA possui 5,46 milhões em contratos, totalizando R $ 478,4 bilhões. No primeiro semestre de 2020, os contratos atingiram a marca de R $ 48,2 bilhões, o que representa um crescimento de 21,73% em relação ao mesmo período do ano passado. Em junho, a CAIXA atingiu um volume de R $ 11,1 bilhões em financiamento habitacional, mantendo uma posição de liderança no mercado imobiliário.
Repartição dos empréstimos hipotecários:
Até o momento, mais de 2,4 milhões de mutuários já solicitaram interrupções de habitação. Durante o período de pausa ou contrato, não está isento de juros, seguros e taxas. Os valores dos encargos pausados ​​são adicionados ao saldo devedor do contrato.

Mais informações:
Aplicativo Habitação CAIXA – disponível para sistemas operacionais Android e iOS (pode ser baixado gratuitamente no Google Play ou App Store);
3004-1105 e 0800 726 0505 – descartáveis ​​de segunda a sexta-feira das 8h às 20h;
0800 726 8068 – disponível de segunda a sexta em qualquer horário e aos sábados das 10h às 16h.
Atualmente, 22 serviços são oferecidos pelo banco de aplicativos e telefones para maior comodidade e segurança dos clientes. Saiba mais clicando aqui .
AVISO IMPORTANTE: Nunca pague qualquer quantia para participar de um processo para que seja selecionado. Não compre nenhum curso, apostilas ou serviços que prometem participação na seleção ou contratação de uma vaga. E nunca insira dados bancários, cartões ou envie documentos por e-mail ou através de sites que não reconhecem. Não nos responsabilizamos por nenhum tipo de pagamento efetuado. 
DENUNCIAR VAGA